É uma técnica Havaiana de cura energética através da limpeza de memórias. Faz-se isso através da repetição do mantra:

Sinto Muito
Me perdoe
Eu te amo
Sou grato

Ao praticar o Ho’oponopono, pedimos ao Criador que limpe e purifique as memórias ruins que se repetem. “Sinto muito” é o reconhecimento de que algo está no nosso corpo ou na nossa mente; é um pedido de perdão por isso. “Me perdoe” é um pedido ao Criador para que nos ajude a nos perdoar e perdoar o outro. “Te amo” transmuta a energia bloqueada e “Sou grato” é a expressar a gratidão e a nossa fé de que tudo será resolvido para o bem de todos.

Como e quando utilizar?

Eu utilizo muito o Hooponopono quando não posso fazer nada sobre uma situação ou quando envolve outras pessoas. Por exemplo, na nossa viagem das Filipinas fiz muito enquanto andávamos de carro sem cinto e de moto sem capacete.

Ho’oponopono também ajuda em momentos onde alguém faz algo que julgamos ser ‘errado’ e consequentemente julgamos a pessoa. Mas quando você começa a repetir as palavras, você vai limpando e também evita de que pensamentos de julgamento invadam a sua mente.

Também dá para fazer a qualquer momento, principalmente quando alguma energia de baixa vibração nos invade. Como por exemplo: ansiedade, tristeza, angústia, medo…

É muito incrível praticar porque em qualquer momento de tensão, é só repetir as palavras sem parar que a gente começa a sentir a energia melhorando e amenizando a situação. 
Façam para comprovar.

Para quem quiser se aprofundar um pouco mais no assunto, fica aqui a dica de dois livros que li sobre esse assunto:

Limite Zero de Joe Vitale

Esse livro nos chama para assumirmos a total responsabilidade sobre a nossa vida.
Tudo o que acontece, todas as situações, todas as pessoas que nos relacionamos, tudo que aparece na nossa vida é nossa responsabilidade. E o que fazer?
Praticar o Hooponopono:
Eu sinto muito
Me perdoe
Eu te amo
Sou grato.
Assim vamos purificando memórias e resolvendo tudo que está no nosso caminho.

Ho’oponopono para todos os dias de Maria-Elisa Hurtado-Graciet

Essa autora traz umas visão ainda mais amorosa sobre o ho’oponopono, baseado no amor,  no perdão e na gratidão. Mostrando que somos os únicos responsáveis pela realidade que criamos. E que, para criar coisas boas na nossa vida, precisamos espalhar amor e gratidão. 
Segundo ela, Ho’oponopono pode ser traduzido por: colocar as coisas em ordem ou restabelecer o equilíbrio.

E aqui, deixo a Oração completa do Ho’oponopono para vocês fazerem toda vez que sentirem de fazer:

“Divino Criador, Pai, Mãe, Filho, todos em Um. Se eu, minha família, meus parentes e antepassados, ofendemos sua família, parentes e antepassados, em pensamentos, fatos ou ações, desde o início de nossa criação até o presente, nós pedimos o seu perdão. Deixe que isso se limpe, purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas. Transmute essas energias indesejáveis em pura luz e assim é.

Para limpar o meu subconsciente de toda carga emocional armazenada nele, digo uma e outra vez, durante o meu dia, as palavras-chave do ho’oponopono: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. Declaro-me em paz com todas as pessoas da Terra e com quem tenho dívidas pendentes. Por esse instante e em seu tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. Eu libero todos aqueles de quem eu acredito estar recebendo danos e maus tratos, porque simplesmente me devolvem o que fiz a eles antes, em alguma vida passada: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. 

Ainda que me seja difícil perdoar alguém, sou eu que pede perdão a esse alguém agora. Por esse instante, em todo o tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. Por esse espaço sagrado que habito dia a dia e com o qual não me sinto confortável: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. Pelas difíceis relações às quais só guardo lembranças ruins: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. 

Por tudo o que não me agrada na minha vida presente, na minha vida passada, no meu trabalho e o que está ao meu redor, Divindade, limpa em mim o que está contribuindo para minha escassez: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Se meu corpo físico experimenta ansiedade, preocupação, culpa, medo, tristeza, dor, pronuncio e penso: “minhas memórias, eu te amo. Estou agradecido pela oportunidade de libertar vocês e a mim”. Eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato. Neste momento, afirmo que te amo. Penso na minha saúde emocional e na de todos os meus seres amados. Te amo.

Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansiedade, sem medo, reconheço as minhas memórias aqui neste momento: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Amada Mãe Terra, que é quem eu sou: se eu, a minha família, os meus parentes e antepassados te maltratamos com pensamentos, palavras, fatos e ações, desde o início da nossa criação até o presente, eu peço o teu perdão. Deixa que isso se limpe e purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas. Transmute essas energias indesejáveis em pura luz e assim é.

Para concluir, digo que esta oração é minha porta, minha contribuição à tua saúde emocional, que é a mesma que a minha. Então esteja bem e, na medida em que vai se curando, eu te digo que: eu sinto muito pelas memórias de dor que compartilho com você. Te peço perdão por unir meu caminho ao seu para a cura, te agradeço por estar aqui em mim. Eu te amo por ser quem você é”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: